Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Catenaccio

O Catenaccio

Este é o espaço onde vamos dar o merecido destaque a jogadores que raramente o têm, apesar de serem dos elementos mais importantes das suas equipas.

Inserido num restrito lote de médios defensivos de elite, quiçá até o melhor desse grupo, N’Golo Kanté é uma das peças mais importantes na estrutura tática do seu clube, o Chelsea FC, e da seleção francesa. Aos 29 anos, tem já um currículo invejável, conseguido através do trabalho árduo.

Kante Capa.jpg

Nascido em Paris e com formação feita no JS Suresnes, da mesma cidade, estreou-se como profissional na Segunda Liga francesa, ao serviço do US Boulogne. Se na primeira época apenas realizou um encontro e nada pôde fazer para evitar a despromoção da sua equipa ao terceiro escalão, na segunda foi utilizado em 43 jogos, incluindo todos os do campeonato.

O desempenho excecional do “pequeno motor” francês chamou à atenção do SM Caen, da Segunda Liga, clube que Kanté ajudou a promover ao principal escalão logo na sua primeira época em Caen. Sempre titular indiscutível, foi na segunda temporada que se mostrou realmente ao futebol francês e europeu.

Kante Prem.jpg

O “salto” para o Leicester City FC deu-lhe notabilidade em todo o mundo, dada a brilhante época conseguida tanto individual como coletivamente. O título de campeão inglês conquistado em 2015/16 ficará para sempre marcado como uma das histórias mais incríveis do futebol, com uma equipa que era apontada à luta pela manutenção a tornar-se campeã inglesa com grande mérito.

Depois da fenomenal campanha em Leicester, o Chelsea FC apressou-se a assegurar a contratação de Kanté, batendo vários concorrentes “de peso”. Desde o verão de 2016 no clube londrino, o médio francês tem estado de “pedra e cal” entre as escolhas habituais dos diversos técnicos que já passaram pelo comando dos “Blues”.

Para além do reconhecimento ao nível de clubes, com títulos nacionais e continentais coletivos, mas também com prémios individuais no currículo, a nível internacional tem sido fulcral no projeto de Didier Deschamps para a seleção francesa. Membro da equipa que ficou em segundo lugar no Europeu de 2016, conseguiu tocar a glória quando venceu o Campeonato do Mundo de 2018.

Conhecido pelo seu estilo quase omnipresente em campo, mas também pelo seu sorriso contagiante, o “pequeno muro” Kanté é muitas vezes deixado na sombra de colegas com alegado maior brilho, mas é precisamente nessas circunstâncias que ele gosta de se fazer notar.

 

Fontes das imagens: Chelsea FC e Premier League

Redigido por: Alexandre Candeias

Pág. 1/12